Férias Antecipadas

Postado por F-Brasil 19 de setembro de 2010 3 comentários

Domingo - 19/09/10

Pessoas, é chato para mim ter que postar isso, mas novamente vou ter que dar uma pausa aqui no blog, que eh indeterminada por enquanto, talvez seja de 1 mes ou dois, espero muito.A culpa digamos assim, eh da Faculdada, apertou agora no final de agosto e por enquanto não dá pra dizer quando vou desafogar por aqui, mas sempre que tiver um feriadão ou um tempo livre, venho aqui pra comentar, criticar, opinar e informar qualquer coisa.A única certeza é que vou fazer de tudo para não encerrar o blog, torçam por mim.



Júnior

Terça - 31/08/10

Matéria do "Grande Premio"


Peter Lenz, 13 anos, morre durante corrida de moto em Indianápolis

O piloto Peter Lenz, de 13 anos, morreu na tarde deste domingo (29) após cair de sua moto e ser atropelado por outra no circuito de Indianápolis. A corrida, válida pelo USGPRU, era preliminar na prova das 250cc.


O jovem canadense teve lesões múltiplas. O adolescente caiu durante a volta de apresentação e foi atingido por Xavier Zayat, de 12 anos, que nada sofreu com o acidente.


Os médicos imobilizaram o pescoço do jovem imediatamente, prestando os primeiros socorros e realizando massagem cardíaca ainda na pista. Em seguida, Lenz foi levado ao hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos. O legista confirmou a morte do piloto três horas depois.


Foi a primeira morte no tradicional circuito americano desde o acidente de Tony Renna na Indy, em 2003. “Peter morreu fazendo o que amava. O mundo perdeu uma das suas mais brilhantes luzes hoje. Deus te abençoe, Peter, e ao outro piloto envolvido. Sentimos sua falta”, escreveu o pai do menino na página do piloto no Facebook.


Funcionários do circuito afirmaram que Lenz foi o piloto mais jovem a morrer no local. Por conta do acidente, as etapas das 125cc, Moto2 e MotoGP correram o risco de atraso, mas todas tiveram suas largadas conforme o programado.


O domingo em Indianápolis foi bastante movimentado. Nas 125cc, a vitória foi decidida na queda do então líder do GP, Marc Márquez. O acidente abriu caminho para a vitória de Nicolas Terol. A prova mais complicada foi a da Moto2, com bandeira vermelha ainda na primeira volta por causade dois acidentes múltiplos. Dos 39 pilotos que alinharam no grid, 12 não completaram a etapa.

Muitos pilotos reclamaram do asfalto irregular de Indianápolis, sobretudo Valentino Rossi. O heptacampeão chegou a cair três vezes durante os treinos, criticando a qualidade da pista

________________________________________________________________

Cara, que absurdo isso, o maior vencedor da história da moto velocidade, cai 3 vezes durante treinos e todo mundo reclamando da situação da pista e botam crianças de 13 ou menos anos para disputar uma prova dessas...

Eh realmente lamentável toda essa situação, também outra coisa, por trás de todo esse mundo, há ação de empresários que só pensam em lucro, isso aliado a falta de experiência ou de avaliação dos fatores de risco, entra em jogo também cláusulas contratuais que patrocinadores impoem, no site dele contém 24 patrocínios, se ele ou os pais decidissem que não correria, o que teriam que pagar de multas e encargos e etc deveria ser algo assustador...

Eh claro que acidentes acontecem e aconteceu com um garoto de 13 anos, mas poderia acontecer o mesmo com um adulto de 34.Agora o que eu penso é como está a cabeça desse outro moleque de 12 anos que atropelou Lenz, que tralma essa criança pode carregar para o futuro?

Não entendo de moto, não sei quanto uma moto dessa pode chegar, mas apesar de tudo eh triste e realmente choca uma notícia dessas.


Júnior

Corrida em Spa Francorchamps - 2010

Postado por F-Brasil 29 de agosto de 2010 3 comentários

Domingo - 29/08/10

Corrida que apenas Spa-Francorchamps pode proporcionar. Assim podemos definir a prova deste domingo, 29 de agosto, na pista belga. Chuva que caiu discretamente no início da prova e com mais intensidade nas voltas finais, provocando momentos de muita emoção na prova. Imune a todos os fatores extras, mesmo que sofrendo com duas escapadas de pista, o inglês Lewis Hamilton voltou ao lugar mais alto do pódio – reascendo a chama do título dentro da McLaren.

Em uma corrida discreta, o australiano Mark Webber terminou a prova na segunda colocação e o polonês Robert Kubica fechou o pódio na terceira colocação. O melhor brasileiro na disputa foi Felipe Massa, que largou na sexta posição e terminou quarto. Sempre muito forte em Spa, a Force India garantiu um quinto lugar com Adrian Sutil.

A Mercedes, que viveu um fim de semana de punições, terminou com os dois carros nos pontos. Nico Rosberg foi o sexto e Michael Schumacher completou na sétima colocação. Fecharam a zona e pontuação: Kamui Kobayashi, Vitaly Petrov e Jaime Alguersuari.

Na corrida em que comemorou 300 GPs disputados na F1, o brasileiro Rubens Barrichello abandonou logo na volta inicial, em um toque com Fernando Alonso. Confira um relato da prova abaixo.

A largada foi marcada por uma série de disputas. Enquanto Webber perdia diversas posições, caindo para o quinto posto, Hamilton se aproveitava para assumir a ponta, trazendo com ele o polonês Kubica e seu companheiro na McLaren, Jenson Button.

Na volta de aquecimento, antes da largada, alguns pingos já molhavam as lentes das câmeras onboard dos carros. Então, com apenas uma volta de corrida, a chuva resolveu apertar e bagunçou a prova. Um dos momentos marcantes foi o acidente envolvendo Barrichello e Alonso.

Após abandonar, o brasileiro assumiu a culpa no toque. Afirmou que não tinha “conhecimento” do estado da pista e quando buscou o freio o carro não parou, acertando em cheio a traseira do espanhol. O toque provocou o abandono de Rubinho, que completava 300 GPs na F1, enquanto Alonso entrou nos boxes.


Na parada, o piloto da Ferrari arriscou colocar os pneus intermediário e, com a entrada do safety-car, poderia ficar em uma boa situação. Porém, a chuva resolveu não continuar e Alonso foi obrigado a parar novamente para trocar para pneus slicks.

Sem chuva, a prova seguiu com Hamilton na ponta, seguido por Button, Sebastian Vettel, Kubica, Webber e Massa. Mais atrás, algumas disputas marcaram a primeira parte da prova, como Sutil e Nico Hulkenberg, pela sétima colocação, e Petrov, Schumacher e Rosberg pelas duas últimas posições da zona de pontuação. Mais atrás, Alonso fazia uma bela corrida de recuperação, proporcionando diversas ultrapassagens.

Na volta de número 18, outro momento marcante da prova, quando Vettel resolveu arriscar uma ultrapassagem para cima de Button e acabou acertando a traseira do inglês da McLaren. O toque acabou resultando em um drive through ao jovem piloto alemão.

O dia realmente não era de Vettel, que, dez voltas depois do toque com Alonso, tentou uma ultrapassagem sobre o Liuzzi e acabou tocando sua roda traseira esquerda no bico o carro do italiano, furando o pneu.

Depois desses acidentes e incidentes, com Hamilton na ponta, seguido por Kubica, Webber e Massa, a corrida seguiu normalmente até a volta 34 – quando a chuva resolveu cair. Os quatro líderes resolveram arriscar uma volta em pista molhada, mas quase se deram mal. Principalmente o líder Hamilton, que escapou na curva 5, foi parar na brita e quase ficou parado nos pneus.

Porém, como o quarteto tinha boa vantagem para os demais pilotos, ainda foi possível voltar à frente, com Webber ganhando a posição sobre Kubica.

Então, quando restavam seis voltas para o final, Alonso rodou sozinho, depois de subir na zebra molhada, e ficou atravessado na pista, forçando a segunda entrada do safety-car, que saiu com quatro voltas para o final.

Algumas disputas foram protagonizadas nas voltas finais, a mais interessante entre os companheiros Schumacher e Rosberg. O mais novo empurrou o mais experiente para fora para ganhar a sexta colocação. Depois disso, foi apenas curtir a bandeirada final.



Grid Final:


1) Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes)
2) Mark Webber (RBR-Renault)
3) Robert Kubica (Renault)
4) Felipe Massa (Ferrari)
5) Adrian Sutil (Force India-Mercedes)
6) Nico Rosberg (Mercedes GP)
7) Michael Schumacher (Mercedes GP)
8) Kamui Kobayashi (BMW Sauber-Ferrari)
9) Vitaly Petrov (Renault)
10) Jaime Alguersuari (STR-Ferrari)
11) Vitantonio Liuzzi (Force India-Mercedes)
12) Pedro de la Rosa (BMW Sauber-Ferrari)
13) Sebastien Buemi (STR-Ferrari)
14) Nico Hulkenberg (Williams-Cosworth)
15) Sebastian Vettel (RBR-Renault)
16) Heikki Kovalainen (Lotus-Cosworth)
17) Lucas di Grassi (Virgin-Cosworth)
18) Timo Glock (Virgin-Cosworth)
19) Jarno Trulli (Lotus-Cosworth)
20) Sakon Yamamoto (HRT-Cosworth)
Out) Fernando Alonso (Ferrari)
Out) Jenson Button (McLaren-Mercedes)
Out) Bruno Senna (HRT-Cosworth)
Out) Rubens Barrichello (Williams-Cosworth)

Fotos do GP:







Estatísticas:

  • 14ª Vitória para Lewis Hamilton ;
  • 169ª Vitória para Mclaren como construtora ;
  • 82ª Vitória para Mercedes como construtora de motores ;
  • throughout para Lewis Hamilton (Ou seja, liderar todas as voltas) ;
  • 13ª vez que Rubens Barrichello abandona na 1ª volta ;
  • 230ª pódio para Mercedes como construtora de motores ;
  • 44 Voltas x 7,004 km = 308,052 km (Offset = 124 m) ;
  • Melhor volta : Lewis Hamilton - 1:49.069 ;
  • Voltas na liderança :
  • Lewis Hamilton - 44 Voltas.

Volta por Volta(Clique para melhor visualização):






Treinos Classificatórios - Bélgica - 2010

Postado por F-Brasil 28 de agosto de 2010 0 comentários

Sábado - 28/08/10

Depois de 4 semanas coçando o saco, os pilotos voltam direto para a melhor pista da temporada, com sede de fazer bonito pra tirar as teias de aranha dos cockpits no melhor estilo.

Mas mal os treinos começaram, faltou muito estilo para o russo Vitaly Petrov da Renault, numa volta de aquecimento digamos assim em que a pista estava húmida, rodou sozinho ao "pisar" na zebra e dando um leve toque no muro e jogando fora o trabalho da equipe quinta e sexta, com isso fez aparecer uma Red Flag que fizeram todos os pilotos se molharem de besta e voltar tudinho para os boxes.

Ai treino nunca eh divertido, umas rodadinhas ali e aqui, um toque leve entre Trulli e Di Grassi que fez todo mundo se atrapalhar ainda no Q1, as Saubers vacilaram e sairam logo de cara também, com toda essa "ajudinha", Desert digo Glock e o Kova foram para o Q2 e com muito favoritismo ficaram em 16º e 17º.

Ainda no Q2 um destaque negativo, a Mercedes ficou muito apagada hoje, eliminada no Q2 com os dois carros, Ross Brawn deve tá pensando o que ele tá fazendo ali.Só pra título de informação a pista tava seco,molhada,húmida,mista,seca,encharcada, enfim, o clima não se decidia.

Já no Q3, os pilotos começaram com pneus secos, pois tava fazendo mó solzão, mas isso iria como de costume mudar, Webber fez uma volta melhorzinha que os outros ainda com a pista seca, e assim que ele fez, começou a garoar, consequentemente ninguem iria chegar com pista molhada a um tempo de pista seca e o Canguru Boy ficou com mais uma pole(me lascando no bolão que o idiota aqui botou Vettel).

Barrichello com um grande desempenho hoje, chegou o Q3 e com muita moral e pneus duros contra todos de pneus macios fechou o 7º tempo, se tem alguem que se não abandonar vai fazer uma grande corrida amanha vai ser ele.

A Mclaren evoluiu muito também, Massa foi como sempre não fede nem cheira, mas ficou 4 posições a frente do Alonso.

Grid de Largada:

1) Mark Webber (RBR-Renault) 1:45.778
2) Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) 1:45.863
3) Robert Kubica (Renault) 1:46.100
4) Sebastian Vettel (RBR-Renault) 1:46.127
5) Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:46.206
6) Felipe Massa (Ferrari) 1:46.314
7) Rubens Barrichello (Williams-Cosworth) 1:46.602
8) Adrian Sutil (Force India-Mercedes) 1:46.659
9) Nico Hulkenberg (Williams-Cosworth) 1:47.053
10) Fernando Alonso (Ferrari) 1:47.441
11) Michael Schumacher (Mercedes GP) 1:47.874 [Q2]
12) Nico Rosberg (Mercedes GP) 1:47.885 [Q2]
13) Jaime Alguersuari (STR-Ferrari) 1:48.267 [Q2]
14) Vitantonio Liuzzi (Force India-Mercedes) 1:48.680 [Q2]
15) Sebastien Buemi (STR-Ferrari) 1:49.209 [Q2]
16) Heikki Kovalainen (Lotus-Cosworth) 1:50.980 [Q2]
17) Timo Glock (Virgin-Cosworth) 1:52.049 [Q2]
18) Jarno Trulli (Lotus-Cosworth) 2:01.491 [Q1]
19) Kamui Kobayashi BMW (Sauber-Ferrari) 2:02.284 [Q1]
20) Bruno Senna (HRT-Cosworth) 2:03.612 [Q1]
21) Sakon Yamamoto (HRT-Cosworth) 2:03.941 [Q1]
22) Pedro de la Rosa (BMW Sauber-Ferrari) 2:05.294 [Q1]
23) Lucas di Grassi (Virgin-Cosworth) 2:18.754 [Q1]
24) Vitaly Petrov (Renault) s/tempo [Q1]

Fotos do Dia:





Pergunta Surpresa: Quantos desses fotógrafos tava realmente interessados na propaganda que as meninas mostravam na camisa ou interessados na Sauber???


Júnior

Epsilon Euskadi fala em possível fusão com Hispania

Postado por F-Brasil 22 de agosto de 2010 0 comentários

Domingo - 22/08/10

Aspirante à vaga que será aberta pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) na Fórmula 1 em 2011, a Epsilon Euskadi cogita se unir à Hispania caso não seja a escolhida.

De acordo com a agência de notícias espanhola EFE, Joan Villadelprat, dono da Epsilon, e Jose Ramon Carabante, proprietário da Hispania, já estão conversando sobre o assunto.

"O que a Hispania precisa é o que a Epsilon pode oferecer, e existe a possibilidade de uma colaboração", comentou Villadelprat.

Contando com o brasileiro Bruno Senna, a Hispania é a equipe que possui o pior rendimento dentre as 12 escuderias que disputam a temporada 2010.


Júnior

Quinta - 19/08/10

Para o ex-piloto de Fórmula 1, Gerhard Berger, Rubens Barrichello é o melhor piloto do segundo grupo do atual grid da categoria. O brasileiro corre pela Williams que, ao lado da Force India, Toro Rosso e Sauber, faz parte do pelotão intermediário.

"Barrichello é certamente o melhor piloto do segundo grupo e, com sua vasta experiência, não comete erros", afirmou o austríaco, que também elogiou o outro piloto da equipe inglesa, o alemão Nico Hulkenberg. "Acho que os erros de Hulkenberg são normais para o primeiro ano. Se tudo correr bem, ele estará quase no mesmo nível que Barrichello".

No grupo da frente, por sua vez, Berger decidiu destacar dois jovens pilotos: os alemães Sebastian Vettel, da Red Bull, e Nico Rosberg, da Mercedes. Para ele, os dois tem o mesmo nível. "Ele (Vettel) é incrivelmente maduro. É verdade que ainda comete erros, mas ainda o coloco na categoria com 'falta de experiência'. Seu maior erro é o fato de ter subestimado Mark Webber", analisou. "Para mim, Rosberg está lado a lado com Vettel. Ele apenas precisa do carro certo para vencer corridas. Ele brilhou neste ano, cometeu poucos erros e está quase sempre à frente de Michael Schumacher".

Além dos dois, outro alemão que merece atenção de acordo com o ex-piloto da Ferrari é Adrian Sutil, da Force India. "No último ano, eu ria de Sutil. Nunca imaginei que ele tivesse tanto potencial. Sua velocidade é enorme e seus erros diminuíram consideravelmente", concluiu.


Júnior

Pirelli inicia testes com pneus pra F1

Postado por F-Brasil 16 de agosto de 2010 1 comentários

Segunda - 16/08/10

Após o final das negociações para ingressar na Fórmula 1 como nova fornecedora de pneus no próximo ano, a Pirelli dá inicio nesta segunda-feira no circuito italiano de Mugello aos testes do seu produto, que irá substituir a Bridgestone a partir da temporada 2011.

De acordo com o diário britânico 'Autosport', a fábrica contratou a escuderia japonesa Toyota para auxiliar nos testes com seu carro. No entanto, esta segunda-feira deve ser apenas um dia de instalações no traçado italiano, tanto por parte da Pirelli, como pela Toyota, devendo se estender pelos próximos dois dias.

As atividades na pista deverão começar na próxima quinta-feira. Espera-se que o piloto alemão Nick Heidfeld, reserva na Mercedes GP, seja o condutor do carro em Mugello. O contrato da Toyota com a fornecedora de pneus será apenas para pôr o carro na pista, de modo que o desenvolvimento dos pneus ficará inteiramente a cargo da empresa italiana.

Para os testes, a Pirelli pediu um modelo 2009 do carro da equipe japonesa, seguindo uma orientação da Associação de Times da Formula 1 (FOTA, em inglês), por se tratar de um carro semelhante a um monoposto da F-1, sem ter afiliação alguma com qualquer agremiação do atual campeonato.


Júnior

Qual o carro mais bonito de 2010?

Tradutor/Translate

Seguidores